Da Pedra Espero

Debaixo do azul quente a queimar, espero verde
Ao ver as árvores amarelas de luz, espero terra
E das construções marrons do tempo, espero sombra
Das andanças de suor e belezas, espero altura
Da história na pedra marcada, espero descobertas de presente
E do sertão margeado por águas, espero vento, movimento, contrastes de conhecimento.

20120618-085019.jpg
Canion do São Francisco, Angiquinho, Delmiro Gouveia, Alagoas. Foto: acervo pessoal

Em visita à Usina Angiquinho, da Chesf em Delmiro Gouveia, tive a oportunidade de conhecer uma das mais belas paisagens de Alagoas. Nos canions do São Francisco vi a união entre a impressionante formação natural e a intervenção do homem, união de monumentalidades. Antes da visita, os integrantes do grupo precisaram externar as suas expectativas com relação ao lugar que estavam prestes a conhecer. Para mim, a forma encontrada foi através da poesia acima transcrita.

A experiência revelou-se, claro, muito mais surpreendente, mas o exercício de criação anterior foi uma preparação muito inspiradora para o que estava por vir. Os versos ecoavam do ambiente para mim e progressivamente, ao longo do caminho, foram sendo complementados por novas frações de poesia.

Angiquinho é um incrível patrimônio cultural, que merece por todos ser visitado!

Anúncios

About Vanine Tips

Uma sonhadora que procura fazer da realidade um lugar mais interessante e prazeroso.

5 responses to “Da Pedra Espero”

  1. wilson almeida amaral says :

    Expectativas em relação a qualquer evento, penso, são melhores que o próprio instante em que as encontramos. Texto em síntese, localizado, significativo e repleto de símbolos. Conhecimento é contraste, conceito belíssimo.

    • Vanine Tips says :

      Verdade Wilson. Como dizem, “o melhor da festa é esperar por ela”. Imaginar o que vamos encontrar é mesmo uma experiência enriquecedora para nosso intelecto! Neste caso em particular, experimentar o lugar de Angiquinho foi tão surpreendente quanto esperar por ele. Muito obrigada pelo comentário. Abraços.

  2. Célio de Almeida Amaral says :

    Lindo Vanine. Sua poesia parece refletir uma visão anterior ao que voce iria encontrar. É típico dos poetas esta antevisão, esta sensibilidade. Muito lindo.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: