Por que aguentamos tanto?

Ok, eu me revolto demais! Mas, digam-me vocês, se não existem muitas coisas revoltantes no mundo?

Algumas de minhas revoltas são pessoais, certo. Outras, não! E no que diz respeito a essas últimas, revolta-me mais ainda ver que não se faz nada para mudá-las, nem eu faço!

Que tal se a gente decidir mudar? Eu, ora eu… Eu não vou mais querer mudar o mundo sozinha. Sabem por quê? Porque quem briga por seus direitos no Brasil é, normalmente, tachado de doido, não estou certa?

Vou explicar a história do dia: meu problema de hoje foi com os Correios! Começarei do começo, com o perdão do trocadilho redundante!

O carteiro não chega até a minha casa. Moro no interior – apesar de trabalhar em Maceió, onde passo boa parte do dia – e a alegação da estatal é a de que faltam funcionários para atender a enorme cidade de Paripueira.

Regularmente, então, devo ir à agência coletar minhas contas (contas, já que ninguém recebe mais cartas hoje em dia), se não quiser ficar devendo, como até cheguei a ficar, pois a cabeça cheia não me permitiu lembrar de baixar na internet determinado boleto (vida moderna?!). Como sou brasileira, acostumei-me com esse transtorno e segui vivendo.

Até que hoje fui buscar minhas contas, que estão para vencer e dei com a cara na porta!

Pois é, gente, as agências dos Correios estão sendo alvo de assaltos!!! Surpresos???

Até onde eu sei, os comerciantes, empresários, e demais cidadãos, como eu, são assaltados regularmente!

E qual é a diferença entre mim, os demais empresários e profissionais liberais, e os Correios? Os Correios são uma empresa estatal. Sim, empresa pública prestadora de serviço público!

Sabe o que eles fizeram, então? Fecharam suas portas, deixaram a população do lado de fora, agora atendem de um por um, e meia hora antes de fechar distribuem senhas, de modo que quem chega, por exemplo, 15 minutos antes do horário de encerramento não poderá ser atendido.

Há quem ache justificável. EU NÃO ACHO! Acho absurdo, uma afronta a nossos direitos constitucionalmente garantidos, muitos deles! Resolver o problema de uma estatal criando problemas para a população, para mim, é injustificável!

Os empresários, como já ouvi, até mesmo, de uma autoridade local, são OBRIGADOS, a contratar segurança privada. Pois é, são mesmo.

E me dizem: mas o problema é que o correio virou banco, aí ficou muito vulnerável a assaltos. Sabem que banco? O BANCO DO BRASIL!

E o problema é de quem? Meu??? É, meu, que se quiser minhas cartas, devo ficar em pé, na porta, no sol, e ainda tenho que chegar até meia hora antes de a agência fechar.

Já pensaram que pode vir o dia em que ficaremos na porta do Banco do Brasil, com senhas, para podermos ser atendidos, igual ao pessoal da foto? E que tal se eu começasse a vender pão, na minha padaria, com senhas, só deixando entrar uma pessoa por uma? Parece razoável??

Sinceramente, às vezes sinto vergonha de ser brasileira. E sabem o que é pior? Eu só não estou na foto porque não me deram uma senha, cheguei depois de 11:30!

Anúncios

Tags:, ,

About Daniela Cerullo

Advogada.

2 responses to “Por que aguentamos tanto?”

  1. Renan Silva says :

    Eita Dani! que loucura isso!
    Essa é uma das estratégias mais usadas pelo poder público. Quando se tem que resolver um problema geralmente escolhe-se o que dá menos trabalho, ainda que isto custe a qualidade na prestação de serviços.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: