Archive | novembro 2013

Vazios urbanos e segurança pública

vazio urbano

A proliferação de vazios urbanos, lixo nas ruas e desordem espacial têm efeitos mais sérios do que muitos imaginam.

Em Maceió, segundo a prefeitura, temos mais de 100 edifícios em situação de abandono (Lei a matéria aqui). Estes vazios, além de se configurarem como pontos de prática de delitos, proporciona uma sensação de abandono e descaso com o espaço o que provoca efeitos devastadores para a paisagem e vitalidade urbana.

Leia a teoria das janelas quebradas e entenda o porquê.

Em breve postarei um diagnóstico de uma região específica da cidade ilustrando o problema em questão.

O cidadão em Maceió anda com medo.

O cidadão em Maceió anda com medo.

Na verdade, andar é um verbo com sério risco de extinção na capital de Alagoas.

O perigo é onipresente no ar da cidade. Seja ele real ou percebido. É bem verdade que o espetáculo da mídia e as redes sociais ampliam a percepção da violência, mas é difícil encontrar alguém que não tenha sido vítima de algum crime direta ou indiretamente, ou que, pelo menos, não conheça alguém que o foi nos últimos tempos.

As ruas, calçadas e praças tornam-se um ambiente inóspito neste contexto e a tendência é que as pessoas o abandonem cada vez mais, configurando assim um lastimável ciclo vicioso: o espaço público é perigoso e as pessoas se afastem dele tornando-o ainda mais perigoso. A mera presença de pessoas nas ruas cria um processo de vigilância natural que diminui e percepção e o risco de violência.  Leia Mais…